quarta-feira, 13 de maio de 2009

Iluminado


Na noite desta terça-feira, Sport e Palmeiras se enfrentaram pela última e decisiva partida das oitavas-de-final da Libertadores. O time do Palestra Itália iniciou a partida com a vantagem do empate por ter vencido o primeiro jogo por 1 a 0.
Sabendo que teria que vencer o Sport não se intimidou e foi para cima do adversário, mas já nos primeiros momentos do jogo Marcos já dava mostras que aquela seria uma noite de Santo. De São Marcos.
No jogo do ataque contra defesa, o goleiro palmeirense saiu vitorioso. O Leão com a fúria que lhe é peculiar tentou, mas Marcos estava lá pronto para salvar o Porco. Só aos 36 minutos do segundo tempo o Rubro-negro pernambucano conseguiu furar o bloqueio do Santo Palestrino e abrir o placar.
O placar de 1 a 0 levaria a disputa para os pênaltis. Para os que acreditavam que todos os milagres já haviam sido realizados, se enganou.
Os treinamentos e a dedicação como reles mortal aliado ao poder de santo fizeram Marcos sair, mais uma vez, ovacionado. Ao defender três pênaltis, o goleiro provou. Quem é Santo nunca perde a santidade.