domingo, 5 de julho de 2009

O "Cara"


Roger Federer acaba de se tornar o maior tenista de todos os tempos em Grand Slams conquistados, além de retomar o posto de número 1 do mundo.

O charmoso torneio de Wimbledon recebeu uma final digna da sua elegância. Roger Federer e Andy Roddick disputaram o título durante pouco mais de quatro horas, com cinco sets disputados, sendo o último com 30 games.

O Americano não resistiu, apesar do louvável esforço, ao ímpeto de Roger Federer, que venceu com parciais de 5/7, 7/6, 7/6, 3/6, 16/14.

Aos olhos da realeza britânica e do até então detentor da marca de maior vencedor de Grand Slams, Pete Sampras, Federer conquistou o hexacampeonato do torneio de Wimbledon e o 15ª título dos maiores torneios do circuito de tênis.