terça-feira, 18 de agosto de 2009

Ele é o cara!



Ele é o cara! Usain Bolt não deu chances aos seus adversários. Em um vôo rasante nas pistas de atletismo do Estádio Olímpico de Berlim quebrou, mais uma vez, o Recorde mundial. Ao percorrer 100m em 9s58 ele provou que os limites humanos vão além do que pode prever a ciência.

A conhecida frieza alemã se rendeu aos encantos do Jamaicano voador. A prova mais charmosa do atletismo ficou ainda mais bela com o homem que se transforma em pássaro sem um esforço aparente. Ao cruzar a linha de chegada Bolt viu um estádio borbulhante com uma platéia em polvorosa.

Bolt, com sua descontração característica, era o mais tranqüilo na fila de largada. Parecia nem se importar com a presença do americano e ex-recordista mundial Tyson Gay e de sou compatriota Asafa Powell. E não se importava mesmo. Ele já sabia que a prova era dele.

A platéia presente no estádio Olímpico vibrava com cada sorriso do homem mais veloz do mundo, só não imaginava que poderia ser espectadora da maior façanha já realizada pelo jamaicano.

Uma prova que parecia ser difícil, pela presença de dois ex-recordistas mundiais, acabou como de praxe. Com sorrisinho e olhada para o cronômetro. Ele é mesmo o cara!