segunda-feira, 8 de junho de 2009

Enfim, Campeão


Um dos maiores tenistas da história ainda tinha do que se queixar. Apesar das inúmeras conquistas inquestionáveis, faltava para Roger Federer o título no saibro de Roland Garros.
Após três finais consecutivas e três derrotas, para o mesmo adversário, Rafael Nadal, Federer enfim conquistou o tão sonhado troféu.
Desta vez, o constante algoz não foi o adversário. Nadal foi eliminado nas oitavas-de-final pelo, ainda desconhecido, Robin Soderling.
Rafael Nadal tropeçou e não deu a Federer a quarta chance de tentar derrotá-lo na final. Entretanto, Soderling deu ao Suíço a chance de derrotar aquele que eliminou o seu maior adversário. E ele o fez.
O confronto entre os dois melhores tenistas do mundo não aconteceu, mas o público não teve do que reclamar. A alegria incessante de Roger Federer valeu o ingresso e nem mesmo a invasão de um afoito torcedor estragou a festa.